Marca d’Água Maio 2018 | Águas do Algarve

Marca d’Água Maio 2018

Porque queremos continuar a fazer parte dos seus hábitos de leitura, a Marca d’gua está de regresso, apresentando-se com uma imagem renovada e mais apelativa.

Como é nosso apanágio, os conteúdos da Marca d’agua pretendem levar até ao leitor as iniciativas desenvolvidas pela Águas do Algarve não apenas na Região, mas também e em muitos casos fora do nosso país.

Dando cumprimento àquela que é a nossa atividade na Algarve, mantivemos o fornecimento a todos os nossos clientes, de uma água de elevadíssima qualidade e em quantidade, inclusivamente no passado recente período de seca. Foi possível, durante o ano de 2017, fornecer um volume de água em alta aos 16 municípios da região da ordem dos 72 milhões de m3. Ainda relativamente ao saneamento foram desenvolvidos os trabalhos de construção de duas infraestruturas fundamentais para assegurar a qualidade dos efluentes resultantes do tratamento, falamos das ETAR da Companheira e Faro Olhão, as quais terão o devido destaque nesta edição.

O tema de capa desta edição não podia ser outro. A Era do Plástico está Out. Tema da ordem do dia a nível planetário, os plásticos constituem 85% do lixo encontrado nos mares de todo o mundo. Verdade inquestionável é também o facto de este ser um produto fabuloso em termos de aplicações na indústria. Todavia as consequências são verdadeiramente assustadoras quando já é possível encontra-lo no nosso organismo, na alimentação, na água, produtos de higiene, no ar (…), com efeitos na nossa saúde que ainda estão a ser estudados. É fundamental agir, e todos nós temos responsabilidades nessa matéria, que vai muito para além da simples reutilização. Também aqui fica a nossa Nota e contributo.

A atual dimensão que as discussões em torno das Alterações Climáticas é de tal ordem, que a problemática ambiental configura-se como uma questão crescente e indissociável da atividade de qualquer empresa ou atividade económica. Na Águas do Algarve a Educação Ambiental, faz parte do nosso ADN, funcionando também como um instrumento critico e inovador de sensibilização e geração de conhecimentos voltados para a sustentabilidade. A importância da educação ambiental configura-se como elemento determinante para consolidação de cidadãos conscientes e pró-ativos. Mais recentemente e de âmbito internacional desenvolvemos, para miúdos e graúdos, os Desafios da Água, que irá encontrar também nesta edição, entre outras iniciativas, que embora de menor dimensão, não deixam de ser merecedoras de referência.

Estes e outros temas, poderão ser encontrados nesta edição de Maio 2018, que esperamos vá de encontro às suas expetativas! Para nós, será sempre uma satisfação poder contar consigo desse lado, ao nosso lado!

 

Teresa Cristina Fernandes

 

Clique na imagem para aceder à publicação