Verdade ou mentira | Águas do Algarve

Verdade ou mentira

Apesar da sua importância vital, existem diversos mitos associados à ingestão de água que importa esclarecer.

Serão Mitos ou Verdades? Veja e esclareça algumas das dúvidas que tem sobre este assunto.

 

 

Água com gás é melhor do que a água lisa? Água com gás engorda? Beber água demais faz mal? A água atrapalha a digestão? São muitos os mitos sobre água. Muitas coisas que ouvimos no nosso dia a dia mais não são do que crenças populares passadas de geração para geração. Outras serão verdade, pelo que deverá esclarecer qualquer dúvida que tenha.

Para o apoiar, separámos alguns mitos e verdades sobre a água para que não deixe de beber e apreciar de todas as formas, este líquido precioso que é essencial na manutenção das funções vitais do nosso organismo, desde regular a temperatura, até fazer limpeza e transporte de nutrientes pelo corpo.

 

Mitos e verdades sobre a água:

 

 

Beber água ajuda a emagrecer?

Parcialmente verdade. Um dos mitos e verdades mais famosos sobre a água, é este. Beber água, por si só, não emagrece. Mas se ingeridos dois ou três copos de água antes de uma refeição, estes irão produzir uma sensação de saciedade que ajudará a controlar a fome na hora de comer. Por outro lado, se a ingestão de água for exagerada, causa efeito de barriga inchada. Se for reduzida, não ajuda ao metabolismo.

 

Beber água em jejum emagrece?

Mito. Apenas a ingestão de água não elimina massa gorda, muito menos se for tomada em jejum. É importante, sim,  beber água em jejum para restabelecer os níveis séricos do organismo e a eliminação de toxinas produzidas como resposta ao período que passámos a dormir, sem alimentação. O máximo que pode ocorrer é provocar uma distensão gástrica, sentindo-se uma sensação de diminuição da fome. Para que haja o emagrecimento real é fundamental haver um balanço energético negativo (comer menos e gastar mais calorias), eliminando maus hábitos na alimentação.

 

Beber água durante a refeição atrapalha a digestão?

Mito: Não existe nenhum estudo que comprove a existência desta relação.

De acordo com os especialistas, o consumo de até 500 ml de líquido não atrapalha o processo digestivo. Evidentemente, mais do que essa quantidade pode acarretar alguns problemas por produzir muitas enzimas digestivas, diminuindo a absorção de nutrientes. Outra situação que pode acontecer, refere-se a pessoas portadoras de refluxo gastroesofágico, que ao beberem água durante a refeição poderão sentir alguma pressão dentro do estômago, podendo ter sintomas acentuados.

 

Beber água gelada queima calorias

Verdade. O corpo humano queima calorias para regular a própria temperatura, processo chamado de termogénese. Por isso, ao consumir um líquido que está, em média, 32ºC abaixo da nossa temperatura corpórea faz com o nosso metabolismo funcione mais rápido e acelere a queima de calorias. No entanto, a perda calórica é reduzida, i.e cerca de17 calorias para cada 500 ml de água gelada consumidas, de acordo com dados fornecidos por nutricionistas.
 

Água com gás engorda tanto quanto os refrigerantes

Mito. O gás carbónico adicionado à água é isento de valor energético, sendo apenas responsável por conferir à água características organoléticas específica. O que engorda no refrigerante é a quantidade de açúcar presente no líquido, não o gás carbónico. A água com gás tem a mesma quantidade de calorias da água mineral natural: zero.

 

Posso sentir-me mal por beber muita água

Verdade. Os rins filtram em média 800 ml a 1.000 ml de água por hora. Se a quantidade consumida no período de 1 hora exceder esta quantidade, não sendo utilizada para outras funções – como regular temperatura ou repor líquidos após a prática de exercícios físicos – é possível a existência de risco de hiponatremia, i.e levar à baixa elevada do nível de sódio no sangue a níveis perigosamente baixos. Esta situação pode causar confusão, torpor e até convulsões.

 

A água com gás hidrata menos do que a natural

Mito. Não existem estudos que ratifiquem essa hipótese. Segundo especialistas, as duas têm a mesma capacidade de hidratação.

 

Água gelada é mais eficiente para matar a sede

Mito. A saciedade em relação à sede é garantida pela quantidade de água ingerida, não pela temperatura desta. O que pode variar é a sensação na boca, que é bastante pessoal, ou a temperatura externa, que é amenizada temporariamente por um líquido gelado.

 

A Água engarrafada tem prazo de validade

Verdade. A água na fonte não tem prazo de validade, mas ao ser engarrafada fica exposta ao armazenamento o que, após determinado tempo, pode deixá-la imprópria para o consumo. Por isso, as águas minerais em garrafas de plástico costumam ter o prazo de validade aproximado de um ano. Já as com gás nesse mesmo recipiente têm validade de seis meses.

 

Beber água com limão é benéfico para a saúde, apesar de não estar diretamente relacionada com o emagrecimento 

Verdade - Apesar de a água com limão não aumentar a queima de gordura do corpo, é uma bebida rica em nutrientes antioxidantes que ajudam o organismo a eliminar toxinas, facilitando o processo de perda de peso. Esta bebida também limpa o paladar, ajudando a diminuir a vontade de comer alimentos doces, que podem engordar ou prejudicar a dieta. O planeamento semanal deve incluir muitos km, mas também dias de descanso, de forma a prevenir lesões e não entrar em fadiga muscular.