Curiosidades | Águas do Algarve

Curiosidades

  1. As palavras “mar” e “oceano” são normalmente utilizadas para descrever a mesma coisa, porém um mar não é exatamente um oceano. Mar é um corpo de água salgada parcial ou totalmente circundado por terra. Muitos mares estão ligados aos oceanos através de canais.
     
  2. De onde vem o azul do mar... 
    Quando a luz bate na superfície do mar, grande parte dos raios são refletidos de volta para o céu. A luz que entra na água é parcialmente absorvida. Quanto mais fundo, menos cores. A primeira que desaparece é o vermelho, já nos primeiros seis metros. A cor azul é a última a desaparecer. Até 1000 metros ainda há uma claridade difusa e, a partir daí, a luz não entra no mar.
     
  3. Se toda a água do mundo fosse dividida entre os habitantes do planeta, cada um teria direito ao equivalente a 80 piscinas olímpicas. Se fizéssemos o mesmo em relação à terra firme, cada pessoa receberia pouco mais do que 4 campos de futebol.
     
  4. Se todo o gelo do continente antártico derretesse, um quarto do mundo ficaria submerso.
     
  5. Um litro de água do mar pesa 28 gramas a mais do que 1 litro de água doce, por causa do sal.
     
  6. As águas das chuvas, quando batem nas rochas, levam consigo dissolvido parte dos sais que a constituem. A correnteza dos rios faz o mesmo com as pedras e a terra que a margeiam. Todo esse acúmulo de sal é despejado nos mares. Este processo ocorre desde há milhares de anos. Por isso, o mar acabou por ficar salgado.
     
  7. Cada mil gramas de água contém cerca de 35 gramas de sais. A maior parte deles é cloreto de sódio. As águas dos mares são mais salgadas que as águas continentais por causa da evaporação, que provoca uma salinização constante e particular de cada mar. A salinidade dos mares também se altera em decorrência da ação dos ventos (que favorecem a evaporação) e dos cursos de água, lagos e chuvas (que tem menos sal e, se intensas, podem diluir a água marinha).
     
  8. As conchas encontradas no mar possuem uma superfície dura e cheia de curvas. Isso faz com que elas reproduzam ecos do ambiente onde estão. Quando se está na praia, o barulho é igual ao do mar.
     
  9. O Pacífico é o maior oceano, cobrindo mais da metade da água marinha da Terra. Com 180 milhões de quilómetros quadrados, o Pacífico cobre quase um terço da superfície terrestre.
     
  10. A profundidade média dos oceanos é 3 730 metros.
     
  11. O Oceano Pacífico tem 707,5 quilómetros de fossas, e 87,8% da sua área apresenta profundidades superiores a 3 000 metros; é o oceano com maior profundidade média (cerca de – 4 300 metros) e onde se localizam as maiores fossas submarinas.
     
  12. A maior profundidade dos oceanos encontra-se na Fossa das Marianas (próximo às Filipinas) com 10 920 metros abaixo do nível do mar.
     
  13. O oceano Índico está em segundo lugar no quesito profundidade. Em média, 60% da sua superfície correspondem a profundidades entre 4 000 e 6 000 metros.
     
  14. A maior cadeia de montanhas do mundo fica no oceano Atlântico. Infelizmente não podemos vê-las porque estão totalmente submersas. Essas montanhas são por muitos chamadas de Dorsal Atlântica.
     
  15. O menor oceano é o Ártico, que é cerca de 13 vezes menor do que o Pacífico e contém somente 1% da água marinha da Terra.
     
  16. Nem todos os mares são azuis. O Mar Negro, entre Europa e Ásia, parece negro devido ao alto teor de sulfeto de hidrogênio contido nas lamas. A origem do Mar Vermelho deve-se às algas vermelhas que às vezes florescem na sua superfície.
     
  17. Os oceanos e mares tem, em média, de 3,3% a 3,7% de sal (a quantidade varia de mar para mar). Os oceanos menos salgados são o Ártico e o Antártico. Já o mar mais salgado é o mar Morto, com salinidade de 25%.
     
  18. O comprimento das linhas costeiras do mundo é de cerca de 504 000 quilómetros, o suficiente para dar 12 voltas na linha do Equador.
     
  19. Como o Império Romano circundava o Mar Mediterrâneo, os romanos referiam-se a este como “Mare Nostrum”. 
     
  20. Localizado no Cazaquistão, o Mar de Aral é um lago quase seco. Já foi o quarto maior lago do mundo, com 1 500 ilhas. Hoje, está reduzido a apenas 10% do seu volume original.
     
  21. A maior quantidade do oxigénio da Terra é produzido não pelas árvores, mas pelas algas marinhas.
     
  22. A poluição dos oceanos chegou a um ponto absurdo. Pesquisadores descobriram a existência de duas imensas ilhas de lixo no Oceano Pacífico. Juntas, essas ilhas tem o dobro do tamanho do território dos Estados Unidos.
     
  23. Algumas pessoas acreditam que no passado existiu uma cidade no meio do oceano Atlântico (ou mar Mediterrâneo) denominada “Atlântida”. Supostamente, foi destruída por um violento terramoto, desaparecendo sob as ondas sem deixar vestígios.
     
  24. Os vulcões estão distribuídos por todo o planeta, mas a maioria está localizada no chamado Anel de Fogo do Pacífico. Esta é também uma das regiões mais sujeitas a atividades vulcânicas e terramotos no mundo. Japão e Indonésia, dois países com grande número de vulcões ficam nas margens do Pacífico.
     
  25. O volume de água de todos os oceanos, mares e rios da Terra é de 1,59 quatrilhões de litros.
     
  26. É no oceano Pacífico que se encontra o ponto de terra mais afastado dos continentes, a Ilha de Páscoa, distante em mais de 3 500 quilómetros da América do Sul.
     
  27. O Mediterrâneo detém o nada honroso posto de mar mais poluído do planeta. Por volta de 15 milhões de toneladas de detritos são despejados por ano nas outrora límpidas águas que banham o sul da Europa e norte da África. Grande parte deste “lixo” é provocado pela atividade turística.
  28. Os mares que rodeiam/constituem a Europa são:
    Mar da Groenlândia
    Mar Barents
    Mar da Noruega
    Mar Branco
    Mar do Norte
    Mar Báltico
    Mar Azov
    Mar Negro 
    Mar Adriático 
    Mar Mediterrânico
    Mar Tirreno
    Mar Jônico 
    Mar Egeu
    Mar Vermelho
     
  29. A areia da praia é formada em parte por restos da erosão das rochas transportadas pela correnteza dos rios. A gravidade leva-as para a área de mais baixo relevo. Fica mais fina ou mais grossa de acordo com a distância que percorre até à praia. Quanto mais longa, mais refinada. Já a sua cor vem da composição química da rocha desgastada e transportada pelo rio. Em geral, trata-se de granito, que tem diversos tons. A presença de minerais também pode interferir.