Água com um pingo de consciência | Águas do Algarve
Promovemos a universalidade, a continuidade e a qualidade dos serviços de águas, contribuindo para a sustentabilidade do setor e para a proteção dos valores ambientais

Água com um pingo de consciência

 

No verão, use água com um pingo de consciência.

A Águas do Algarve dinamiza este verão ações de sensibilização na região do Algarve no âmbito da campanha nacional “Água com um pingo de consciência”.

Com arranque a 17 de julho, a campanha regional de sensibilização “No verão, use água com um pingo de consciência” conta com o apoio de diversas entidades regionais que se associaram a esta causa: AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve, ARS Algarve, CCDR Algarve, DECO Algarve, Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve, IPDJ – Instituto Português do Desporto e Juventude, Região de Turismo do Algarve e Universidade do Algarve.

Para além de um plano de meios que integra a presença na rede de multibanco, em autocarros, imprensa, rádio e outdoors regionais, a campanha prevê ainda a realização de seminários e workshops, de um roadshow pelas praias da região e a presença em diversas feiras e eventos, bem como de ativações específicas com cada uma das entidades parceiras. O objetivo é claro como água: sensibilizar a população residente e os turistas que visitam o Algarve para a importância de fazer uma utilização eficiente da água.

O arranque da campanha ficou marcado por um evento a bordo da Caravela Boa Esperança, em Lagos, a 26 de julho, organizado pela Águas do Algarve e pela Região de Turismo do Algarve e dirigido a entidades regionais.

 

Quanto vale a água? Vale tudo, vale o futuro.

Conseguimos calcular o valor de tudo, menos o de um futuro sem água.

A água é um recurso escasso essencial a todos os seres vivos e um património comum que todos devemos valorizar. Durante todo o ano, mas em especial no verão, devemos viver com um pingo de consciência, utilizando a água de forma eficiente, evitando o desperdício.

 

Use a água com um pingo de consciência.

Dicas para uma utilização eficiente da água durante o verão

  • Ao final de um dia de praia nada melhor do que um duche de água doce. Tenha um pingo de consciência e tome um duche rápido (5 minutos), fechando a torneira enquanto se ensaboa.
     
  • Quando o calor aperta, as plantas necessitam de maior atenção e de mais água. Regue-as no início da manhã ou ao final do dia para evitar que a água se evapore muito depressa.
     
  • Se lavar a loiça à mão, não deixe a água a correr. Em vez disso, encha um dos lados do lava-loiça ou uma pequena bacia com água limpa para enxaguar a loiça.
     
  • Beber água é a melhor forma de manter os níveis adequados de hidratação. Quando for à praia, leve a água da torneira consigo numa garrafa reutilizável. Cuide de si e proteja o ambiente.
     
  • Ao final de um dia de praia nada melhor do que um duche de água doce. Tenha um pingo de consciência e tome um duche rápido (5 minutos), fechando a torneira enquanto se ensaboa.
     
  • Quando o calor aperta, as plantas necessitam de maior atenção e de mais água. Regue-as no início da manhã ou ao final do dia para evitar que a água se evapore muito depressa.
     
  • Se lavar a loiça à mão, não deixe a água a correr. Em vez disso, encha um dos lados do lava-loiça ou uma pequena bacia com água limpa para enxaguar a loiça.
     
  • Beber água é a melhor forma de manter os níveis adequados de hidratação. Quando for à praia, leve a água da torneira consigo numa garrafa reutilizável. Cuide de si e proteja o ambiente.
     
  • Roupas claras e roupas escuras: todos temos um pouco das duas. Opte por lavar as roupas mais escuras com água fria. Ao fazê-lo, estará não só a desperdiçar menos água, já que a lavagem a frio utiliza menos, como ajudará a manter as cores da roupa.
     
  • No Verão ainda há mais tendência para os homens cortarem a barba. Por isso encha metade do lavatório com água para fazer a barba e feche a torneira enquanto se barbeia. Por menor que seja o fluxo de água a sair da torneira, ao fim de alguns minutos a água desperdiçada será grande.
     
  • Se é daquelas pessoas que mesmo no Verão gosta de um banho morno ou quente lembre-se: enquanto a água vem fria no início do duche, guarde essa água num recipiente para mais tarde regar as plantas ou lavar o chão.
     
  • Seja Verão ou Inverno devemos manter os nossos dentes sempre bem escovados. Mas em vez de desperdiçar água nesses momentos, encha apenas um copo de água. Isto basta para a sua lavagem habitual.
     
  • Verão é tempo de churrascos, jantares com os amigos e família. Mas lembre-se que não precisa de encher a panela toda com água para cozinhar. Utilize apenas a água necessária para as suas iguarias.
     
  • Um sumo de frutas frescas ou um chá frio são sempre boas opções nos dias de mais calor. Mas não precisa de exagerar na água utilizada. Utilize apenas a necessária para os seus refrescos.
     
  • Em dias de calor sabe bem usar cubos de gelo nas bebidas. Mas de certeza já lhe aconteceu deixar cair alguns cubos quando os vai buscar. Deitar no lixo não é opção: opte por colocar num vaso ou jarra de flores.
     
  • No Verão costumamos lavar o carro mais frequentemente. Não lave o carro com uma mangueira. Isto não só desperdiça água como deixa o carro mal lavado. Um balde de água, uma esponja e algum sabão são uma forma muito melhor de lavar o carro e poupar água. Ou então, lave numa estação automática.
     
  • Fruta e legumes: no Verão apetece ainda mais. Com a água que lavar as frutas e legumes pode ainda utilizar para regar as plantas mais tarde. Assim não desperdiça uma água que ainda está em perfeitas condições para regar as suas flores.
     
  • Verão é sinónimo de mar e piscina. Se é um dos sortudos que tem uma piscina no seu jardim, não se esqueça de cobri-la com uma proteção própria para evitar a evaporação da água. Além disso evita também a sujidade.

 

Ter consciência da quantidade de água que gastamos é fundamental

Em Portugal, cada pessoa consome, em média, 187 litros de água por dia. É mais do que os 110 litros que as Nações Unidas calculam ser a quantidade de água que um ser humano precisa para satisfazer as suas necessidades básicas diárias. Quando tomamos consciência da quantidade de água que gastamos, direta ou indiretamente, podemos ser mais responsáveis e ter opções de consumo mais sustentáveis, contribuindo para a preservação deste recurso tão valioso.

 

Quanto custam, em água, as nossas escolhas?

 

 

Clique no link para saber mais: portaldaagua.pt