ETAR de Vila Real de Santo António | Águas do Algarve

ETAR de Vila Real de Santo António

O sistema de tratamento da ETAR de VRSA foi concebido para receber efluentes das localidades da Fábrica, Altura, Manta Rota, Monte Gordo, Junqueira e Casto Marim, conduzidos através de um sistema intercetor elevatório composto por 14 elevatórias com 33 Km de extensão, dos quais 18 Km correspondem a condutas elevatórias e 15 Km a coletores gravíticos. Com a sua construção e entrada em funcionamento foi possível aumentar a área anteriormente servida no concelho de VRSA e Castro Marim e desativar as ETAR de Manta Rota, Altura e Castro Marim.

 

As localidades abrangidas por esta ETAR são:

  • Fábrica
  • Manta Rota
  • Monte Gordo
  • Altura
  • Monte Fino
  • Aldeia Nova
  • Cidade de VRSA
  • Vila de Castro Marim
  • Junqueira
  • Monte Francisco

 

A ETAR localiza-se na margem direita do rio Guadiana no sítio do sapal do Rato junto à Doca Pesca, sendo o efluente descarregado neste rio. Esta instalação foi concebida de forma a respeitar os níveis de qualidade exigidos no meio preceptor, designadamente do ponto de vista microbiológico, contribuindo assim para a sustentabilidade do ecossistema.

A instalação possui capacidade para tratar 20.965 m3/dia correspondente a uma população máxima de 58.233 habitantes equivalentes, estimada para o ano horizonte.

A construção da instalação foi dividida em duas fases, tendo ficado construída e em operação, a nível da fase líquida, uma das duas linhas de lagoas aeróbias com recirculação.

A ETAR de Vila Real de Santo António foi dimensionada para incluir genericamente as seguintes operações e, ou processos unitários:

 

i) Fase líquida

  • tratamento preliminar, em obra de entrada constituída por crivagem fina e desarenamento/desengorduramento;

 

  • tratamento biológico secundário em lagoas arejadas com recirculação operada em regime de arejamento prolongado, precedidas de lagoas anóxicas para desnitrificação;

 

  • sedimentação em decantadores de planta circular;

 

  • desinfecção em sistema por radiação ultra - violeta.

 

ii) Fase sólida

  • espessamento mecânico das lamas de depuração recolhidas dos decantadores secundários;
  • tanque de armazenamento de lamas espessadas;
  • desidratação mecânica em centrífugas;
  • armazenagem de lamas desidratadas em silos.

 

ii) Fase gasosa

  • desodorização química

 

Parâmetros de Qualidade
A ETAR foi dimensionada tendo em conta, as cargas poluentes afluentes, bem como a legislação em vigor referente às Normas de descarga de efluentes, nomeadamente o Decreto-Lei nº 152/97, de 19 de Junho.
No seguinte quadro apresentam-se os parâmetros de qualidade mais significativos, previstos para a instalação.

 

Parâmetro Unidades Valor de Qualidade
CBO5 (20 °C) mg O2/l 25
CQO mg O2/l 125
SST mg/l 35
Azoto Total mg/l 15
Coliformes Fecais NMP/100ml 2000

 

Reutilização
A ETAR está dotada de um sistema de filtração e de um sistema de desinfeção adicional por Ultra – Violetas, para produção de água com qualidade adequada à utilização como água de serviço, na rega de espaços verdes, lavagens e preparação de reagentes.

Com este sistema será garantida uma qualidade microbiológica de 100 NMP/100ml em Coliformes Fecais.


 

Localização Geográfica: