ETA de Fontaínhas | Águas do Algarve

ETA de Fontaínhas

A Estação de Tratamento de Água (ETA) de Fontainhas trata água superficial proveniente da albufeira da barragem da Bravura através do canal de rega e que é explorada pela Associação de Regantes e Beneficiários do Alvor.

ETA Fontainhas Sala de TelegestãoA ETA de Fontainhas está localizada na freguesia de Mexilhoeira Grande, concelho de Portimão. Tem uma capacidade de 25 920 m3/dia, abastecendo sazonalmente em alta e em conjunto com a ETA de Alcantarilha, os concelhos de Aljezur, Lagos e Vila do Bispo, correspondendo a uma população residente aproximada de 52 000 habitantes.

 

PROCESSO DE TRATAMENTO
O ESQUEMA DE TRATAMENTO COMPREENDE, SUMARIAMENTE, OS SEGUINTES PROCESSOS E OPERAÇÕES:

GRADAGEM

A gradagem é a primeira etapa do processo de tratamento, e consiste na remoção de sólidos de grandes dimensões da água bruta através de duas (2) grelhas mecânicas.

 

PRÉ-OXIDAÇÃO

Nesta fase do tratamento procede-se à redução de carga microbiana e oxidação de matéria orgânica e inorgânica, através da utilização de Dióxido de Cloro. Este reagente é produzido na ETA pela mistura controlada de Ácido Clorídrico, Clorito de Sódio e água.

 

COAGULAÇÃO/ADSORÇÃO/FLOCULAÇÃO

Estas fases do tratamento ocorrem nas câmaras de mistura rápida, órgão que facilita a distribuição acelerada e uniforme dos reagentes.

A coagulação/floculação tem como objetivo remover as partículas que se encontram na água, através da adição de um Coagulante (Policloreto de Alumínio) e de um Floculante (polielectrólito), os quais promovem a desestabilização dos colóides e agregação das partículas, formando pequenos flocos.

Na adsorção é utilizado Carvão Ativado em pó, com o objetivo de reduzir cheiros e sabores associados à água.

 

DECANTAÇÃO

A decantação consiste na separação das fases sólida e líquida, por deposição dos flocos em suspensão. A decantação das partículas floculadas efetua-se em decantadores do tipo “Pulsator”. Os flocos depositados constituem um manto de lamas, os quais após remoção, serão submetidas a posterior tratamento.

 

FILTRAÇÃO

O objetivo fundamental da etapa de filtração é a remoção das partículas ainda presentes na água decantada, podendo promover também a redução do número de microrganismos. Esta operação consiste em fazer a água decantada atravessar um meio poroso – no caso, filtros rápidos de areia – que retém os sólidos e permite a passagem de água. 

Os filtros de areia são lavados regularmente com água e ar em contra corrente. As águas resultantes da lavagem dos filtros são tratadas e reintroduzidas no início do processo de tratamento.

 

AFINAÇÂO FINAL DE PH

O pH final da água filtrada poderá ainda ser corrigido, para controlo do seu carácter corrosivo/ incrustante, de forma a fornecer uma água equilibrada. Nesta fase é adicionado o reagente cal em suspensão (leite de cal).

 

ELEVAÇÃO DE ÁGUA

A água filtrada é armazenada em duas cisternas, sendo posteriormente elevada através de duas estações elevatórias até à conduta adutora do sistema multimunicipal, e conduzida até aos concelhos de Aljezur, Lagos e Vila do Bispo.

 

DESINFECÇÃO FINAL

A desinfeção final tem como objetivo destruir ou inativar na totalidade os microrganismos patogénicos eventualmente ainda existentes na água, e garantir um efeito de proteção até à torneira do consumidor. É efetuada através da injeção de água clorada no sistema de adução.

 

TRATAMENTO DE LAMAS E ÁGUAS RESIDUAIS DO PROCESSO

Todas as águas residuais geradas no processo de tratamento, provenientes das purgas dos decantadores e lavagem dos filtros, são sujeitas a um tratamento posterior, num decantador/espessador. As águas recuperadas são reintroduzidas no inicio do processo de tratamento de água, e as lamas obtidas são desidratadas, em filtro-prensa e transportadas até destino final adequado.

 

SUPERVISÃO 

O controlo do processo de tratamento da ETA de Fontaínhas é realizado no centro de comando da instalação.

 

PERFIL ESQUEMÁTICO DO TRATAMENTO

LINHA DE TRATAMENTO DE ÁGUA

  1. Chegada da água bruta
  2. Gradagem
  3. Pré-oxidação
  4. Coagulação/Adsorção/Floculação
  5. Decantação
  6. Filtração
  7. Afinação final de pH
  8. Elevação de Água
  9. Desinfeção final

LINHA DE TRATAMENTO DE LAMAS

  1. Cisterna das águas da lavagem dos filtros de areia
  2. Decantação das águas da lavagem dos filtros de areia
  3. Cisterna de lamas
  4. Espessamento de lamas
  5. Homogeneização das lamas espessadas e acondicionamento com leite de cal
  6. Desidratação de lamas – Filtros Prensa
  7. Cisterna de água da lavagem das prensas e Cisterna do filtrado da prensa;
  8. Elevação das águas recuperadas

 


 

Localização Geográfica: